li que doi

.
é

aguar

teu líquido

líquido olhar, ah!

como é líquido teu passar

teu permanecer liquida meu agir

mas, mais que tudo, é líquido te alcançar.

teu barco-navio lá distante, indo avante, pelo mar

meu barco-jangada à deriva, chora as ondas, em céu-luar

e teu líquido, quem me dera, algum dia, qualquer dia, a brindar

com todo meu líquido, de sobra, que dia-a-dia eu tratei de preservar.

tudo líquido, tudo ínfimo, tudo desmancha, tudo evapora, tudo me molha

quando eu

só lido

com você

a sublimar.

.

(EN)

Anúncios

3 comentários em “li que doi

comente (;

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s