ausente

.
sabe bem descrever a sede;

quero, sim, a presença daqueles que sentem.

sinto muito, sinto tanto,

subo na cadeira pra sair na foto e sorrir – sem te machucar.

sem ofensas ou gestos bruscos

apenas sofre e sorri, sentindo. sem ter tido.

sugere-se uma noite sem sereno:

salva e sã, mia

(como gato sem sono, como lobo à lua)

luar percorrido assim

no ar socorrido, ai de mim!

em sussurros

a ciência da nossa ausência

cede.

.

E. N.

Anúncios

2 comentários em “ausente

comente (;

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s